Arquivo | Poemas RSS for this section

Herói quebrado

Diante de Ti, onde tudo mais perde seu significado
Um herói quebrado, vencido, humilhado
Inda lutando pra manter o sorriso de plástico
Tentando suster a aparência de “super-fantástico”

Ninguém sabe como estou por dentro
Mas Tu sabes, me conheces
Tudo vês
Nada esqueces

Derrotado por mim mesmo
Aos Teus pés, prostrado
E não mais ao esmo
Mas reconsagrado

Já não quero mais ser o que sou
Inda mais agora, quando a força acabou
Quero ser tomado pelo Teu amor
E ser transformado por Ti, Senhor

Olhos no espelho e vejo o mau que há em mim
Tu, porém, és Bom e não me vês assim
Me olhas através de Teu sangue que me cobre como manto
E me vês refeito, perdoado e santo

Dá-me olhos como os Teus
Toma tudo que é meu
Para sempre, és meu Deus
E, para sempre, eu sou Teu

Dawidh Alves

O VENTO E VOCÊ

O vento sopra e, a tudo, toca
Nada o pode conter
Ele atravessa tudo; cada fresta
E ninguém, mesmo assim, o pode ver

O vento faz coisas mudarem
Mudarem de lugar
O que é leve, solto e sem raízes
É levado pelo ar

Mas o que está firme
Nem mesmo o vento forte,
Muito forte, o faz balançar
Nestes, ele só faz soprar

Leva nuvens, traz águas
Leva sementes, traz flores
Leva poeira, traz orvalho

E, no meio disso tudo
Nesse vento invisível
Tua parte é se lançar
E voar

Voa, águia
Voa para um novo começo
Não temas o desconhecido

Voa, águia
Vem ficar nas minhas maiores alturas
Eu te levo nas asas do vento

Marcia Alves

(Foto: Breno Peck – http://flickr.com/brenopeck)